Tag: Sapiência

Homicídio alimentar e suicídio invisível

Homicídio alimentar e suicídio invisível

Perceber que se tem certos vícios alimentares ainda não considerados indiciosos por quase ninguém, ou ao menos pela massa da população que também os têm, é como encontrar um enferrujado cadeado de laboriosa abertura. Sucede que a intemperança do declínio ético-corporal se torna de difícil cura, pois sua incorreção é muito mais sutil que, i.g., o álcool, o […]

Continue Lendo

Princípios do cuidado de si

Princípios do cuidado de si

A amizade se desenvolve em conformidade com a presença e a intimidade dos homens quando estes assentam a companhia mútua; não é possível ser amigo de um homem em completa solidão. O amor é fruto da alegria daqueles que conhecem a beatitude e o cuidado de si para então cuidar do outro; não se deve […]

Continue Lendo

Felicidade ou Liberdade, Platão vs Aristófanes

Felicidade ou Liberdade, Platão vs Aristófanes

Se Platão é dependente da metafísica para combater a democracia, Aristófanes lança mão de suas peças com essa finalidade. Apesar da crítica comum que concebem às instituições democráticas gregas, as soluções apresentadas ao problema têm fundamentos radicalmente diferentes. Em análise ao platonismo, o historiador George Minois alega que [A demagogia] favorece a banalização dos vícios, […]

Continue Lendo

Sapiência como ciência das causas

Sapiência como ciência das causas

Sobre o Cap. 1 e 2 (Livro A) da Metafísica de Aristóteles

O Livro A da Metafísica de Aristóteles começa expondo que a sapiência é a mais elevada das ciências, pois esta é o conhecimento das causas e dos princípios primeiros. O filósofo grego assevera como todos os homens, por natureza, tendem ao saber. Sinal disso é o amor pelas sensações. De fato, eles amam as sensações por si mesmas, […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas