Tag: Materialismo

Semelhanças e diferenças entre Marx e Hegel

Semelhanças e diferenças entre Marx e Hegel

Com finalidade de demonstrar as semelhanças e diferenças entre Karl Marx e G. W. F. Hegel, devemos, antes de tudo, principiar que muitas de suas discordâncias estão imersas em suas convergências, pois Marx retira muito do pensamento de Hegel, sem, porém, se limitar a este, razão pela qual o primeiro “revoluciona” o sentido da obra […]

Continue Lendo

Crítica de G. K. Chesterton ao ceticismo da Modernidade

Crítica de G. K. Chesterton ao ceticismo da Modernidade

G. K. Chesterton, embora tenha vivido num momento histórico cujo império das opiniões circundava a praticidade antimetafísica, encontrou um direcionamento oposto à Modernidade, a saber, o seio da tradição cristã. Na sua busca, em primeiro lugar, ele intuiu que este mundo é incapaz de explicar-se. Em segundo, passou a acreditar que o sobrenatural tem algum significado, e que isso […]

Continue Lendo

O naturalismo biológico e a consciência em Searle

O naturalismo biológico e a consciência em Searle

John Searle (1932), uma vez que acredita serem os problemas neurobiológicos da consciência[1] passíveis de reflexão filosófica, se propõe a resolver o impasse da relação entre a mente e o corpo (de que modo os problemas cerebrais causam a consciência e de que modo a consciência se realiza no cérebro?[2]), sendo isso o que ele […]

Continue Lendo

Materialismo versus mentalismo: Cinco tipos de reducionismo

Materialismo versus mentalismo: Cinco tipos de reducionismo

Na obra A Redescoberta da Mente (1997) John Searle ambiciona minar as bases sobre as quais se assenta toda a tradição materialista que lhe precede. Segundo o autor as tese materialistas se compõe num grupo de concepções e pressuposições metodológicas sucintas em 7 assunções, a saber: No estudo cientifico da mente, a consciência e suas características especiais não […]

Continue Lendo

Conhecimento experimental

Conhecimento experimental

Constituída de carne e tecidos, sinto-me em perfeito funcionamento corporal conforme fui geneticamente capacitada em nascimento. Conjuntamente, entre sangue e estrutura cerebral, pergunto-me de onde vêm as afecções sentidas neste tronco sobre o qual vividamente movo. Embora sem desenvoltura técnica, identifico todos os meus membros harmonicamente movimentando-se em ondas vibrantes, posso experienciar a energia por eles emanada. […]

Continue Lendo

A filosofia em Star Wars

A filosofia em Star Wars

| 08/01/2016 | 4 Comentários

O objetivo deste escrito não é traçar um perfil apurado ou filosoficamente originário dos personagens de Star Wars, mas sim associar, de forma livre e divertida, os personagens a uma linha de pensamento. Serve mais como um método interessante de aprender e fixar os conceitos. OBI-WAN KENOBI Obi-Wan é um Mestre Jedi que se exilou […]

Continue Lendo

Demócrito e o atomismo clássico

Demócrito e o atomismo clássico

Embora hoje o atomismo seja conhecido como uma doutrina física e química, seguramente seu estudo teve um preâmbulo filosófico, ou seja, não foi “cientificamente“ que seus fundadores – Leucipo (±490/460-420 a.C.) e Demócrito de Abdera (±460-360 a.C.) – sustaram os componentes últimos da matéria enquanto corpúsculos indivisíveis, em movimento num vazio infinito. Se quisermos uma demonstração disso, podemos recorrer a Aristóteles, pensador que […]

Continue Lendo

A verdade revelada e o platonismo de Sáadia Ben Iossef

A verdade revelada e o platonismo de Sáadia Ben Iossef

Inimigo do materialismo sensualista, para o filósofo judeu a crença na criação é demonstrável

Sáadia ben Iossef de Faium (882-942), filósofo judeu da Idade Média, tem por requisito básico para o filosofar uma prévia verdade da revelação. A tarefa da filosofia funciona como prova racional do que já se conhecia através do conhecimento natural da fé. Relacionando com a origem do mundo, fica óbvio para Sáadia – tanto como uma […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas