Tag: Biologia

O meu “teorema do macaco infinito”

O meu “teorema do macaco infinito”

Segundo o teorema do macaco infinito, “um macaco batendo ao acaso nas teclas de uma máquina de escrever ao longo de uma quantidade de tempo infinita quase certamente iria produzir um determinado texto, tal como as obras completas de William Shakespeare.” And there it goes. Não é o meu objetivo aqui ficar a discutir a validade […]

Continue Lendo

Por que o sexo na existência humana é humano

Por que o sexo na existência humana é humano

Defendo que é uma posição mui ingênua argumentar ser a sexualidade humana eminentemente animal pois antes de tudo falar do sexo humano não é falar do sexo do ponto de vista filogênico mas todavia ôntico – e é certo que a ontogênese (história biológica do indivíduo) não é igual à filogênese (história evolutiva da espécie) bem como a sexualidade ôntica não […]

Continue Lendo

Breve historiografia da Biologia

Breve historiografia da Biologia

A Biologia como ciência tem raiz no mundo grego, mais especificamente através de Aristóteles que, como tutor de Alexandre, O Grande, teve o privilégio de conhecer a fauna e a flora do mundo conquistado pelo Império Macedônio. Apesar de discordar de Platão sobre o mundo das ideias, o pensamento aristotélico não rompeu com o conceito de essência, apenas […]

Continue Lendo

A biologia aristotélica

A biologia aristotélica

Desde a Academia platônica já eram feitas classificações sobre os animais e plantas em gênero e espécie, todavia somente no Liceu a biologia se tornou um objeto de estudo sistemático. As obras aristotélicas cujo tema é a physis tratam-na amplamente; enquanto o conhecimento astronômico é nobre e distante, o estudo dos corruptíveis, isto é, das plantas e dos […]

Continue Lendo

O Grotesco: onde a teoria e práxis se encontram

O Grotesco: onde a teoria e práxis se encontram

Por que absorvemos do classicismo da Arte poética [1] o sublime somente a partir da procura de perfeição e busca do equilíbrio expressivo? Por que isso, se existe o remanescente?! Exorbitância tão magnifica de afecções que transbordam e não cabem no ser, sedução e estranhez hiperreais! O excêntrico (para não se dizer “o grotesco”) fora exaltado […]

Continue Lendo

Errância das ciências pelo filósofo do martelo

Errância das ciências pelo filósofo do martelo

A partir da Vontade de Poder de Nietzsche

No início de uma de suas mais importantes obras, A Vontade de Poder, Friedrich W. Nietzsche afirma ter sido o autocontrole do homem religioso uma espécie de escola preparatória para o caráter científico. Curioso essa denominação, dado que outros filósofos como os do medievo afirmavam ter sido a filosofia um preparo para o Cristianismo. Não […]

Continue Lendo

Uma tentativa de desatar o nó geológico

Uma tentativa de desatar o nó geológico

O método cientifico e a especulação filosófica a partir do umbigo de Adão

Nesta reportagem explicarei melhor o que anteriormente havia citado a respeito do Procronismo de P. Henry Gosse (1810-1888), biólogo britânico contemporâneo de Charles Darwin. Gosse, como cristão devoto, ficou preocupado com a evidência geológica que parecia favorecer longas eras e mudanças evolucionárias, sentindo-se compelido a prover uma explicação racional para essa desconcertante evidência. Assim, em […]

Continue Lendo

Entre o evolucionismo, funcionalismo e procronismo

Entre o evolucionismo, funcionalismo e procronismo

Os contrapontos de Darwin, Lamarck e Gosse

Curioso é sustentarmos as teorias dos considerados grandes biólogos sem dar margem a perguntas como: quais foram as origens de suas ideias? Não estariam elas muitas vezes pautadas pela fé – mesmo que fazendo uso da análise empírica ou mesmo de outro criterioso método; como, numa visão arcaica, Henry Gosse é criticado –? Ou será […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas