Ana Elizabeth

Ana Elizabeth

Sou um pseudônimo do meu nome próprio, de uns vinte e tantos anos, duas dezenas de existência, umas centenas de angústia.

feed RSS

Ana Elizabeth: Suas Últimas Postagens

Ser jovem de esquerda

Ser jovem de esquerda

| 27/11/2016 | 3 Comentários

Vejo muitos jovens da minha geração se drogando e fazendo sexo como se fossem ousados, revolucionários e livres. Contudo não, eles não estão mudando nada, ou se estão, estão mudando muito pouco. Foi isto que recentemente comuniquei em minha rede social: “Eles estão consumindo drogas e transando por um projeto de engenharia social já muito antigo”. […]

Continue Lendo

13:15

13:15

| 03/08/2016 | 0 Comentários

Ainda que se entenda por 13, 15, 40, 45, Nosso voto é 0, procede como se fosse nulo.   Há algo errado com a nossa expressão, Há algo que a faz descer do seu trono E trocar sua voz pelo barulho das panelas, Pela fotografia em massa do absurdo. Dantes até tínhamos alguma razão para […]

Continue Lendo

Por que (não) é preciso ser feliz consigo antes de namorar

Por que (não) é preciso ser feliz consigo antes de namorar

| 17/07/2016 | 4 Comentários

Tenho lido muito da geração new age o juízo de que antes de entrar num relacionamento é preciso ser feliz sozinho. Comecei então a perceber que a felicidade se tornou hoje uma espécie de imperativo subjetivo e solitário: se você aceitar seu corpo tal como ele é, se cuidar da sua saúde, se reconhecer e amar suas qualidades e defeitos, se […]

Continue Lendo

O homem que morreu dentro de mim

O homem que morreu dentro de mim

| 14/07/2016 | 2 Comentários

mantenha seu lábios colados cerre suas garrras, feche suas facas pois se você soubesse o que é sentir o outro sendo o outro em mim tenho dúvida se continuaria sendo este homem atrás de mim eu estou apaixonada por um homem morrendo ele me faz sentir paixão ele incide em mim a raiva de estar apaixonada por […]

Continue Lendo

Concepções de “Ditadura”: A distinção do termo na Antiguidade e na Modernidade

Concepções de “Ditadura”: A distinção do termo na Antiguidade e na Modernidade

| 08/07/2016 | 0 Comentários

Uma vez que em nossos tempos, ao menos de forma genérica, a democracia é considerada como a melhor forma de governo, muitas das teorias políticas acabaram por se polarizar no dualismo “democracia-bem vs autocracia-mal”, ou em vocábulos mais atuais, “democracia vs ditadura”. Mas nem sempre esses termos tiveram usos tão dispares; foi somente depois da Primeira Grande Guerra […]

Continue Lendo

Assujeitamento manifesto

Assujeitamento manifesto

| 22/06/2016 | 1 Comentário

Este é meu primeiro manifesto público; o primeiro momento em que expresso a curiosidade diante de tantas vontades autosilenciadas, perante algum número absurdo de sujeitos que desconheço, mas que se sujeitam às minhas palavras desditosas, recém boquiabertas. É curioso manifestar-me somente agora, quando desde sempre tenho a vontade, a pulsão, a existência, a possibilidade e […]

Continue Lendo

Breve escrito para os que encontram na Filosofia a sua razão de existir

Breve escrito para os que encontram na Filosofia a sua razão de existir

| 19/06/2016 | 1 Comentário

Se, oculto pela recusa em falar, a força motriz da tua existência for a Filosofia, és um assujeitamento não manifesto; certamente um forte loquaz, todavia, um ser-aí de fraco senso coletivo. Tenho medo de teu niilismo imperativo, da tua força que impera sem ter predicativo real de existência algum. Onde está o realismo de tua apolítica? Tenho-o tal como vejo a […]

Continue Lendo

“Filosofar não cabe no lattes”

“Filosofar não cabe no lattes”

A começar pelo rumo das pesquisas acadêmicas hoje, o maior paradoxo da Universidade na Filosofia e nas ciências em geral é que ela trai a confiança do pensamento – ou mais propriamente do indivíduo que pensa – à medida em que se torna dependente do patrocínio e reconhecimento dos instrumentos do Estado tanto quanto se torna estéril sem […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas