Arquivo para outubro, 2016

Shechorah

Shechorah

Possuída pelo corpo da coluna Resplandece a dama negra pois no excesso da luz ela deixa seu ser branco escurecer na pura claridade Sereia Lava-me em profundas águas pois sou forte e quero arrastar-me no dilúvio das fontes primordiais caóticas e que unidade não esvanece na feminilidade ? Dama negra que por um erro é […]

Continue Lendo

Nomen e numen: o nome e o mistério

Nomen e numen: o nome e o mistério

Uma larga tradição da Roma antiga acreditava que na essência de cada coisa encontra-se um numen (o “mistério”, o “ignoto”). Por isso, de modo sacral, entre os romanos, conhecer a verdade de uma coisa (seu numen) é, por assim dizer, apreender o seu nomen. Portanto, falar um nome (tradução livre para nomen), antes de pronunciar um signo linguístico […]

Continue Lendo

Publico

Publico

Se o faço, faço-o segundo regras. A partir de agora fico fixo. Esta é a minha imagem pública. Esta é a imagem que de mim projeto enquanto texto. O texto, porque texto, de meu pouco tem; e tão pouco de meu tem que o que de mim tem é ainda menos com o que de […]

Continue Lendo

O Mundo Muda?

O Mundo Muda?

1000 Palavras Sobre Kuhn

Este escrito consiste numa explicação de até 1000 palavras do texto “As revoluções como mudanças de concepção de mundo”, de Thomas Kuhn, segundo a estrutura seguinte: “Introdução + desenvolvimento + conclusão”. As limitações impostas fazem parte da estrutura do trabalho, propostas na disciplina de Tópicos de Filosofia Contemporânea IV. Eis porque as exponho. Henrique Capeleiro Maia O mundo […]

Continue Lendo

Ahavá, onah e sexualidade no judaísmo

Ahavá, onah e sexualidade no judaísmo

A grande diferença dentro da concepção de amor entre judeus e cristãos tem a ver com o corpo. Se por um lado a sabedoria cristã lega os díspares vocábulos gregos para o amor (como Filéo, o amor-amizade, Storge, o amor-familiar, Eros, o amor-sensual, e Ágape, o amor-incondicional), os hebreus significam o amor, em aspectos espirituais tanto […]

Continue Lendo

Pragmática: Implicatura Conversacional

Pragmática: Implicatura Conversacional

A Implicatura Conversacional, uma das ideias mais importantes da pragmática, indica uma série de explicações funcionais dos fenômenos linguísticos; sendo ela que comporta a compreensão de como é possível querer dizer mais do que é efetivamente dito ou expresso literalmente; garantindo assim a uma língua a coexistência de um núcleo semântico estável ao lado de […]

Continue Lendo

Por que muitos não aceitam a Igreja em sua Ortodoxia?

Por que muitos não aceitam a Igreja em sua Ortodoxia?

| 23/10/2016 | 0 Comentários

A Fé Ortodoxa é a Fé mais simples. Toda a dificuldade de se entregar a essa Fé reta e justa, está no orgulho. São João Clímaco nos afirma, em seu livro “A Escada”, que o orgulho é gerador de todos os outros pecados. E, justamente pelo fato da Fé Ortodoxa ser simples, os orgulhosos não […]

Continue Lendo

A oração e os estudos

A oração e os estudos

Venho dialogar com vocês sobre os perigos da valorização dos estudos sem medida, por excessivas vezes ser esta a causa do esquecimento das virtudes; porque é perigoso que nós jovens, quando observamos as práticas de nossos pais, lhes ponhamos os olhos apenas nas letras, nas habilidades com línguas, e nos engenhos produtivos, diminuindo assim o […]

Continue Lendo

Filósofos?

Filósofos?

Doentes e Doidos

“Os poetas místicos são filósofos doentes, / E os filósofos são homens doidos.” (CAEIRO, 1914) Doentes. Homens doentes. Homens. Portanto doidos. Doidos e doentes. Ora vejamos. Os filósofos são homens: disso não deve restar dúvidas. Homens, sim, porque a filosofia de feminino só tem o gênero gramatical: a sua história é a do enamoramento do […]

Continue Lendo

O problema da linguagem em Plotino

O problema da linguagem em Plotino

Discorrer sobre a linguagem em Plotino não é um encargo estático, compacto, antes, é uma corrente atualização do próprio discurso uma vez que sua filosofia não se pauta em meros significantes. Entender seu pensamento, portanto, não é o mesmo que inteirar-se acerca de aspectos qualitativos sobre o Um, o nous, a alma e o corpo. Foi sobre isso que muitos […]

Continue Lendo

Pular para a barra de ferramentas